Negócio

A influência da estrutura organizacional na eficiência da empresa

Escrito por Ítaca Consultoria

Para gestores que desejam melhorar a eficiência nos processos de gestão, analisar a estrutura organizacional em uma empresa é fundamental. De fato, ela tem grande impacto no desenvolvimento de processos e, consequentemente, na produtividade.

Nesse sentido, é preciso conhecer, em primeiro lugar, quais são os tipos essenciais de estruturas e suas características. Feito isso, torna-se possível entendê-las e determinar o modelo ideal a ser adotado em cada caso, a fim de potencializar a eficiência da empresa.

Neste post, é disso que vamos tratar. Então, continue a leitura e saiba mais!

O que é estrutura organizacional?

Em termos gerais, definimos estrutura organizacional como o desenho que orienta as atividades e as funções dos funcionários dentro de uma empresa. Assim sendo, ela está diretamente ligada à forma como são organizadas as posições, as atividades e os departamentos — por exemplo, departamento de vendas, departamento de marketing, departamento contábil etc.

De acordo com a natureza do empreendimento, essa estrutura determina qual será a dinâmica das relações e do desenvolvimento de processos entre funcionários e setores da companhia. Dessa forma, poderíamos dizer que encontrar a maneira certa de organizar as peças que compõem sua empresa, explorando talentos e especialidades ao máximo, é meio caminho andado para um trabalho bem-sucedido.

Portanto, chegar à estrutura ideal significa delegar as funções certas para os colaboradores mais capazes de executá-las, garantindo assim uma gestão eficiente. Adotando a estrutura mais adequada, fica mais fácil melhorar indicadores de desempenho, gerenciar recursos e controlar questões logísticas.

Assim, uma boa estrutura organizacional é aquela que sincroniza, da melhor maneira, as atividades estratégicas para suprir as necessidades, combinando competências e especialidades.

Quais são os tipos?

Para cada empreendimento, há um tipo de estrutura mais eficiente. Normalmente, elas podem ser categorizadas em dois modelos básicos: formal e informal. Porém, vale ressaltar que, dentro desses modelos, existem muitos tipos de estruturas diferentes.

Estrutura formal

A estrutura formal seria a estrutura organizacional construída de forma hierárquica. Essa é uma concepção mais rígida, na qual as decisões normalmente não são compartilhadas entre setores e, em última instância, cabem ao CEO da empresa.

Nesse tipo, direcionamentos, instruções, objetivos e metas são determinados de cima para baixo, e a relação entre chefes e funcionários é bem definida.

Estrutura informal

Aqui, a hierarquia e os níveis de responsabilidade não são definidos de forma rígida. Decisões podem ser compartilhadas segundo as capacidades e as competências.

Portanto, nesse tipo de estrutura, nota-se a ocorrência de poderes paralelos, definidos pelos setores da empresa e pelo nível de especialização desses setores. Por meio do compartilhamento de informações e de experiências, a estrutura informal favorece ainda o trabalho em conjunto.

Como saber qual tipo de estrutura organizacional é melhor para sua empresa?

A melhor forma de definir qual tipo de estrutura organizacional mais se adequa à sua empresa é avaliar de maneira profunda o empreendimento. De acordo com a natureza do negócio, seu porte e suas especificidades de gestão, é possível determinar quais são as características desejadas para que as tarefas sejam desenvolvidas da melhor maneira.

Com isso, é possível que a empresa defina uma estrutura organizacional que se alinhe às suas estratégias. Hoje em dia, vivemos transformações muito rápidas na gestão de negócios, e essas mudanças têm impacto significativo nas empresas que não conseguem acompanhá-las.

Por isso, as estruturas orientadas por processos têm se destacado, na medida em que sua agilidade ajuda as empresas a assimilar as modificações de forma rápida. Um dos maiores aliados da gestão orientada por processos são os softwares de BPM, que dão um suporte informatizado para otimizar os procedimentos.

Para concluir, ressaltamos que é preciso entender que toda estrutura deve se desenhar segundo os propósitos e as necessidades do negócio. Sendo assim, o ideal é que a empresa construa sua estrutura segundo um planejamento estratégico que seja orientado para as atividades e os resultados esperados.

Quando falamos de estrutura organizacional, por trás de tudo está a gestão de processos, que é essencial para a produtividade e a eficiência. Então, não deixe de conferir nosso artigo sobre o assunto e saiba como é possível melhorar a gestão de processos na sua empresa!

Sobre o autor

Ítaca Consultoria

Deixar comentário.

Share This